Resolução da ANVISA traz novas práticas aos CME

anvisa

Os serviços que realizam o processamento de produtos para a saúde devem cumprir novos requisitos de boas práticas, buscando a segurança do paciente e dos profissionais envolvidos.

Na resolução n°15, de 15 de março de 2012, a Agência de Vigilância Sanitária – ANVISA – traz nova classificação para os Centros de Material e Esterilização dos serviços de saúde públicos e privados, civis e militares, e às empresas processadoras envolvidas no processamento de produtos para saúde.

Saiba mais em: Boas Práticas em Serviços de Saúde Legislações RDCs

Objetivo:
Estabelecer os critérios mínimos, a serem seguidos pelos estabelecimentos de saúde, para o gerenciamento de tecnologias em saúde utilizadas na prestação de serviços de saúde, de modo a garantir a sua rastreabilidade, qualidade, eficácia, efetividade e segurança e, no que couber, desempenho, desde a entrada no estabelecimento de saúde até seu destino final, incluindo o planejamento dos recursos físicos, materiais e humanos, bem como da capacitação dos profissionais envolvidos no processo destes.

Íntegra da resolução: anvisa-rdc_2010-02