ICMS interestadual e dentro do Estado

A tabela de ICMS interestadual (e para cálculo do novo Difal) segue o modelo abaixo.

Localize a UF de origem e destino e encontre o % de ICMS usados nos respectivos campos de seu sistema.

Não confunda estes percentuais com as alíquotas internas de ICMS dentro de cada UF, valor necessário para cálculo do Difal. Veja estas alíquotas mais abaixo !

tabela-icms

 

Alíquota do ICMS no Brasil

Cada estado possui sua própria alíquota de ICMS, seguido por uma tabela de ICMS. Acompanhe abaixo a Tabela de alíquota do ICMS (circulação interna de cada estado). Esta é a outra parte do cálculo do Difal.

ICMS no Acre – 17%
ICMS em Alagoas – 17%
ICMS no Amazonas – 17%
ICMS no Amapá – 17%
ICMS na Bahia – 17%
ICMS no Ceará – 17%
ICMS no Distrito Federal – 17%
ICMS no Espírito Santo – 17%
ICMS em Goiás -17%
ICMS no Maranhão – 17%
ICMS no Mato Grosso – 17%
ICMS no Mato Grosso do Sul – 17%
ICMS em Minas Gerais – 18%
ICMS no Pará – 17%
ICMS na Paraíba – 17%
ICMS no Paraná – 18%
ICMS em Pernambuco – 17%
ICMS no Piauí – 17%
ICMS no Rio Grande do Norte – 17%
ICMS no Rio Grande do Sul – 17%
ICMS no Rio de Janeiro – 19%
ICMS em Rondônia – 17%
ICMS em Roraima – 17%
ICMS em Santa Catarina – 17%
ICMS em São Paulo – 18%
ICMS em Sergipe – 17%
ICMS no Tocantins – 17%

Percentual de participação do ICMS de cada UF

E, por último, temos o percentual de participação da UF de destino no valor do Difal. Esta é bem mais simples: em cada ano, a partir de 2016, o percentual vai aumentando 20% até completar 100% em 2019.

Assim, em 2016, o valor é de 40% para a UF de destino.

Em 2017, o valor é de 60%.

Em 2018, 80% e, em 2019, 100%.